Translate

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Alice no Subterrâneo

http://clubedeautores.com.br/book/2264--Alice_no_Subterraneo

Cover_front_medium

Sem Medo de Odores

Olhos vivos encharcados
de peixinhos voadores
e broqueis achados
em suspiros sofredores
Vê os tesouros de cruzados
Cruzeiros em reais agitadores
De ventos emersos a cercados
De pútridos odores
Dos porcos inebriados
No calor branco dos vapores

O tempero de toda solução
para a plena felicidade
contida no mistério divino
sem nenhum sinal de idade
e cantado em hino
está no aquecido coração
a bater como um sino
no baile da respiração
arfante de toda da cidade
envolvida em nuvens de comoção
Ó desfaz-te de dores e marcadores
E vem celebrar com teus amores

poesia retirada do livro Alice no Subterrâneo de leila aquino

terça-feira, 5 de maio de 2009

O Fantasma da Meta

A obsessão por metas é a causa de dualidade e resulta em mundos alternativos. A rejeição de uma meta aproxima Nietzche de Schopenhouer, quando afirma que vontade e meta são incompatíveis, já que esta última é cega e só deseja, sem saber o quê e o porquê. As metas são simples fantasmas, “representações malucas ou até ilusões. Toda idéia é um fantasma, quem enxerga através dele só tem como consolação a arte.

terça-feira, 3 de março de 2009